Os mais vendidos

Passo A Passo Aerografia 

Passo A Passo Aerografia

PASSO A PASSO AEROGRAFIA

 

O que aerógrafo comprar?

Esta é a principal dúvida de qualquer aerografista que começa no mundo da aerografia, des de Corrida Colors sempre recomendo começar por um aerógrafo econômico, e isso por que? Primeiro porque funcionam perfeitamente e o grau técnico que você desenvolverá com seus conhecimentos de base será praticamente o mesmo que com um custo mais elevado e, além disso, em caso que, por falta de prática no manuseio quebrar alguma peça (algo muito comum em seus primeiros passos) estas peças serão também muito mais baratos.

Outra opção, para quem tem uma decisão muito pensada sobre sua incursão em aerografia é optar por um aerógrafo de marca (Iwata, Badger, Harder & Steenbeck, Sagola, etc.) em suas linhas iniciais que podem variar entre os 80 e os 130 euros. São aerógrafos de longo curso, pela qualidade de seus materiais e a otimização de seus componentes, mas representam um investimento inicial maior.

Aerógrados de Gravidade VS Aerógrafos de Sucção VS Aerógrafos Laterais

É uma pergunta muito frequente e, em seguida, vamos recapitular as suas diferenças:

  • Aerógrafos de Gravidade
  • O depósito na parte superior há mais confortáveis de manusear, dado que o seu peso está acima do corpo do aerógrafo.
  • Estão focados na aerografia de detalhe já que vem habitualmente com passos finos de bico/agulha de 0,2 mm a 0,5 mm, fato que está associado a depósitos de pequeno tamanho (7ml a 9ml) e fixos (a maioria vai soldados ao corpo), que facilitam os movimentos técnicos de curto percurso.

Aerografo Eclipse CS Iwata

  • Aerógrafos de Sucção
  • Tem o reservatório na parte inferior do corpo e a absorção de pintura é feita através de "sucção", os depósitos são os de maior tamanho (28ml a 112ml) e costumam ir em consonância com passos bico maiores (0,35 mm a 1,0 mm).
  • Estão focados aerografías de tamanho maior, onde mais do que detalhes são necessários pequenos fundeados de cor.
  • Outra vantagem é que seus passos mais largas lhes permitem trabalhar pigmentos mais espessos (metalizados, perolizados, fluorescentes, etc.) sem necessidade de grandes diluições de pintura.
  • Seus depósitos são intercambiáveis por isso que você pode ter um depósito para cada cor e ir fazendo rápidas mudanças de cor.

Aerografo Iwata High Performance HP BC Plus

  • Aerógrafos Laterles
  • Estes aerógrafos têm o depósito à mesma altura do corpo, mas localizado em um dos lados. São aerógrafos para especialistas que necessitam de ter um campo de visão central totalmente cancelado, por isso são utilizados em habitualmente em aerografías de alto detalhe na ilustração.
  • Tem depósito de tamanho pequeno/médio e são intercambiáveis. Seus passos de bico/agulha costumam ser muito finos 0,2 mm a 0,3 mm.

Aerogafo Iwata HP SBS Lateral

O que compressor de aerografia comprar?

Hoje em dia você pode encontrar no mercado compressores de aerografia de muitos tipos, mas para saber exatamente qual é o que lhe convém você tem que perguntar quanto tempo estará trabalhando de forma continuada.

Para isso, veja esses dois pontos que enfatizarmos de forma que possa sair de dúvidas:

* Como maior for a superfície a trabalhar com o aerógrafo mais potente tem que ser o seu compressor de aerografia.

- Relação tamanho do compressor por disciplina aerográfica:

compresores aerografia

  • Como mais peças seguidas deseja trabalhar com o aerógrafo mais potente tem que ser o seu compressor de aerografia. EXEMPLO: Uma tatuagem temporária pode pintar com um pequeno micro compressor de aerografia mas se você quer fazer uma tatuagem de toda a classe de um colégio já necessitará de um compressor de tamanho grande.
  • Dados de interesse sobre compressores de aerografia:
  • Calderín de ar: As caldeiras de ar servem para ser carregado de ar antes de começar a aerografiar e alimentada diretamente a partir daí, são como uma reserva de ar que te vai fornecendo a vazão de ar, sem cortes nem descidas de fluxo. Servem para que o motor possa descansar e não se quente sobre isso, mas, na prática, as caldeiras, os compressores de aerografia são tão pequenos que a carga de ar é quase constante.
  • Regulação do caudal de ar: A maioria de compressores têm um manômetro através do qual ajustar a pressão do ar, para uma aerógrafo você tem que regular a 2 -2,5 bares de pressão. Se não traz um medidor convencional, certamente você terá uma rosca que permite aumentar ou diminuir o fluxo de ar.
  • Manutenção: Os compressores de aerografia sem óleo (quase a totalidade) não precisam de manutenção mais alguém que o controle de sua temperatura. Se você ver que está quente e deixe repousar alguns minutos. Ao não levar o óleo não dissipa o calor de forma tão efetiva e por isso tendem a apresentar maior aquecimento do que os que não funcionam com óleo. São também muito mais baratos.
  • Potência: É a força bruta que tem um compressor na hora de fornecer fluxo de ar. Como mais Cv tenha seu compressor de aerografia mais vazão de ar pode fornecer e mais relaxado, estará na hora de trabalhos de aerografia não intensivos. Os compressores de tamanho grande podem fornecer ar mesmo para 2 aerógrafos de cada vez.

Anexo:

  • Consumo de ar de um aerógrafo (vai depender de seu ritmo de bico/agulha) = 10L/Min aproximadamente
  • Vazão de ar de Compressores MICRO = 10-15 L/Min
  • Vazão de ar de Compressores MEIOS = 15-25 L/Min
  • Vazão de ar de Compressores GRANDES = 25-40 L/Min

Quais são pinturas de aerografia comprar?

A primeira coisa que tens de ter em mente é que nem todas as pinturas valem para ser pulverizadas com aerógrafo. O aerógrafo precisa pinturas muito líquidas (espessura semelhante ao do leite), para que possam fluir pela passagem tão estreita que têm os aerógrafos. De não ser assim, o aerógrafo é se esbozará com facilidade e se escupirá.

Hoje em dia as resinas mais comuns que trabalham em aerografia são as de acrílico base água (Createx, Wicked Colors, Auto-Air, Vallejo Premium, Game Air Vallejo, Com Art, Ilustration Createx, etc), mas também as há em acrílico base solvente como House Of Kolor e Custom Creative.

Pinturas Aerografia

Tintas à Base de Água VS Tintas à Base de Solvente

  • As tintas à base de água secam mais lentamente, as tintas base solvente têm uma secagem muito mais rápida.
  • As tintas à base de água poluem menos o ambiente (fedem menos), as tintas base solvente têm um cheiro mais forte. Por isso que para trabalhar em casa, em um lugar fechado são mais recomendáveis. No entanto, ambas são prejudiciais para a saúde em exposições intensivas e perlongadas no tempo e, o que é muito recomendável usar máscaras contra os vapores da tinta.
  • As tintas de base solvente permitem diluições maiores sem perder o corpo, com as tintas à base de água tem que ser mais exato em suas diluições e não sobre passar o seu limite.

- Como e com que diluyo as pinturas para aerografia?

O melhor é usar redutores especiais para estas pinturas já que unificam a evaporação e ajudam a manter o corpo da pintura ainda e em diluições mais fortes. Você tem os redutores High Performance para toda a gama de tintas à base de água em acrílico e tem os redutores RU de House Of Kolor e os redutores de Corrida Colors para diluir tintas acrílicas em base solvente.

Na ausência de redutores especiais, pode usar água destilada para as pinturas em acrílico à base de água, embora suas prestações serão reduzidos.

Tenha em mente que há marcas de tintas que já vendem a tinta diluída, "lista ao uso", no entanto, tenha em mente que alguns pigmentos são mais espessas do que outros (branco ou preto), tenha presente que a diluição vem feita para um aerógrafo de passo médio (se estiver a utilizar um mais fino se você esbozará) e ter presente também que fatores como o calor podem espesarla e o tempo que leva armazenada fará com que a parte volátil da mistura (redutor) evapora-se, portanto, que em todos estes casos, você terá que adicionar redutor ou diluente, apesar de que venha já diluída.

- Acabamento e revestimentos para as pinturas de aerografia

Todas as pinturas de aerografia, uma vez secas, te dão um acabamento acetinado ou semi brilho (algumas até mesmo mateado), por isso se quiser que fiquem brilhantes ou se quiser refinar você tem que recubrirlas com vernizes, também os tem para aerógrafo. A parte do acabamento servirão como camada de proteção , para que sejam mais resistentes aos rasgados e aos agentes ambientais. Por isso recomendamos vernizes sempre todos os seus trabalhos.

- Primer? Que é isso?

Nossas tintas de aerografia podem ter dificuldades para segurar bem os substratos sobre os quais pulverizamos. Podem ter aderência, mas não resistência (com facilidade poderíamos rasgar ou remover). Isto é devido a um mau aderência da pintura.

De forma genérica, devemos ter a superfície a trabalhar limpo, desengordurado e seca. Então nós temos que lijarla para promover uma maior aderência, ao lixar abre o poro e a matizaremos, e depois? Volta a limpar o pó que temos gerado, tirar a gordura e a secar outra vez.

Chegados a este ponto, será o momento para preparar, em aerografia costuma-se trabalhar de forma direta, especialmente os plásticos, os quais uma vez polidos já costumam mostrar um bom aperto, em sua maioria (há uma infinidade de formulações plásticas). No entanto, não é mais preparar para promover maior aderência da tinta, esta é a função do primer, de camada de aderência. Você pode preparar também os metais com aparelhos de aerografia embora seu poder corrosivo é baixo.

Limpeza e Manutenção do Aerógrafo

  • Anotações prévias:

Esta é a tarefa mais importante de cara para o correto funcionamento de qualquer aerógrafo. Tenha em mente que o aerógrafo é uma ferramenta muito delicada, é composto por peças muito pequenas que vão com roscas pequenas. Só o encaixe perfeito de todas as suas peças se garantir o correto pressurizado interno e o fluxo de ar. Sua manipulação deve ser cuidadosa. Recomendamos ter um lugar adequado para o seu manuseio e, em caso de desmontagem fazê-lo em cima de um balde ou um pano para evitar que qualquer peça que nos caia se possa perder.

Antes de desmontar um aerógrafo devemos ter o seu desmancha no papel, sobretudo se somos iniciantes em aerografia, para saber depois como montá-lo de novo. Limpeza do aerógrafo:

  • Limpeza em profundidade, a cada certo tempo, é bom que derrubadas seu aerógrafo completo e deixe as peças mergulhadas 1 dia em líquido limpador(para que os restos de pintura se abrande), em seguida, uma por uma limpas todas as peças e as secas bem (certamente você verá restos de tinta seca que tens de eliminar). Você tem que pegar o corpo do aerógrafo (agora vazio, pois temos que fora a agulha e todas as suas peças internas) e com umas baquetas de limpeza frotamos bem por dentro.

Limpieza aerografo

Este processo pode levar a cabo sempre que note alguma disfuncionalidad em seu aerógrafo, acrescentando-lhe um resumo, revise cada peça enquanto estiver limpando para ver se tem alguma rachadura ou torção.

  • Avisos importantes:
  • Nunca manipular a válvula de ar (uma vez desmontada, é muito complicado montar)
  • Ao voltar a montar o aerógrafo cuidado de que todas as peças estão bem apertadas, mas sem excesso de força (você pode quebrá-los), uma peça mal roscada fará com que o aerógrafo não pressurize.
  • Quando você inserir a agulha de novo fazê-lo até o topo, que permite a abertura do obturador, para não forçar a para a frente nem a deixe muito para trás. Um excesso de força fará com que o obturador é rachar (às vezes é imperceptível à vista) e não pulverize corretamente.

There are no products in this category

Compare 0

No products

To be determined Shipping
0,00 € Tax
0,00 € Total

Prices are tax included

Check out